Total de visualizações de página

sábado, 31 de julho de 2010

Fernando Pessoa

Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo.
E que posso evitar que ela vá a falência.
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver apesar de todos os desafios,incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma .
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.
É saber falar de si mesmo.
É ter coragem para ouvir um 'não'.
É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.

Pedras no caminho?
Guardo todas, um dia vou construir um castelo...

(Fernando Pessoa)

Bafinho ... "o boca de fossa" ...

Três amigos resolvem ir acampar.
Mas como a barraca era bem pequena, eles teriam que dormir bem juntos, no mesmo colchonete e com o mesmo cobertor.
Só que um dos amigos, o Bafinho, tinha um puta mau hálito, um bafo do tipo “boca de fossa“.
A coisa estava complicada e por pouco não sai uma briga por causa do hálito do rapaz!
Então um deles teve uma idéia e fez a seguinte proposta:
- Ô Bafinho, vamos fazer assim, você não fala nada, fica de boca fechada! Quando você precisar falar alguma coisa, você bate palmas que a gente se esconde debaixo do cobertor para se 'proteger do seu bafo, falô?
Bafinho não gostou muito, mas para não criar confusão em um espaço tão apertado, balançou a cabeça concordando.
Quando já estavam os três devidamente cobertos e preparados para dormir, Bafinho bate palmas e os dois amigos, rapidamente, enfiam suas cabeças debaixo do cobertor.
- Pode falar agora, Bafinho...
- Peidei!!

Os 12 mandamentos do médico do S.U.S.:

Os 12 mandamentos do médico do S.U.S.:


1. Se você não sabe o que o paciente tem, dê Voltaren;

2. Se você não entende o que viu, dê Benzetacil;

3. Apertou a barriga e fez "ahhnnn", dê Buscopan;

4. Caiu e passou mal, dê Gardenal;

5. Tá com uma dor bem grandona, dê Dipirona;

6. Se você não sabe o que é bom, dê Decadron;

7. Vomitou tudo que ingeriu, dê Plasil;

8. A pressão subiu? Dê Captopril;

9. Se a pressão deu mais uma grande subida, dê Furosemida;

10. Chegou morrendo de choro, ponha no soro;

11. Arritmia doidona, dê Amiodarona;

12. Pelo não, pelo sim, dê Rocefin..


P.S.: Se nada der certo, não tem neurose: diga que é só uma virose!!!

O Mestre Chines


Mestre, não entendo:

- "Se um homem tem relação amorosa com várias mulheres, ele é visto como um garanhão tem prestígio social. Se uma mulher tem relação amorosa com vários homens, ela é vista como uma vadia. Não é injusto?"

Minha filha, pense nisto desta forma:

"Se uma chave abre várias fechaduras, ela é uma chave mestra, uma coisa boa de se ter.

Já uma fechadura que é aberta por várias chaves diferentes, não inspira segurança!”

O balonista e o engenheiro


O Balonista e o Engenheiro

Um homem caminhava por uma estrada, quando percebe um balão voando baixo.

O Balonista lhe acena desesperadamente, consegue fazer o balão baixar o máximo possível e lhe grita:

- Pode me ajudar? Prometi a um amigo que me encontraria com ele às 2 horas da tarde, mas já são 4 horas e nem sei onde estou. Poderia me dizer onde me encontro?

O Homem responde:

- Sim! Você está a uns cinco metros acima da estrada, 33 graus de latitude sul e 51 graus de longitude oeste.

O Balonista escuta e pergunta, com sorriso irônico:

- Você é Engenheiro?

- Sim, senhor! Como descobriu?

- Simples! O que você me disse está tecnicamente correto, porém sua informação me é inútil e continuo perdido!

- Será que consegue uma resposta mais satisfatória?

O Engenheiro raciocina por segundos e depois afirma ao Balonista:

- Você é Petista!

- Sim, sou filiado ao PT! Como descobriu?

- Fácil! Veja só. Você subiu sem ter a mínima noção de orientação.

- Não sabe o que fazer, onde está e tampouco para onde ir!

- Fez promessa e não tem a menor idéia de como conseguirá cumpri-la.

- Espera que outra pessoa resolva o seu problema.

- Continua perdido e acha que a culpa é minha.

Exemplo de vida

Um mendigo maltrapilho entra no bar e pede a um freguês que lhe pague um café.
Com pena, o cara lhe oferece uma cerveja.
O mendigo diz:

- Não obrigado, não bebo, só quero o café.

O rapaz se oferece para comprar um bilhete de Loteria.

- Não obrigado, eu não jogo, só quero o café.

Com toda gentileza, o rapaz lhe oferece um cigarro.

- Não fumo, eu só quero o cafezinho mesmo - recusa o mendigo.

Penalizado, o rapaz diz que lhe paga uma noitada com uma prostituta.

- Não obrigado, eu não traio minha mulher, só quero um café, só o café.

Então, o rapaz leva o mendigo para sua casa e diz para a mulher lhe preparar o melhor café do mundo.

Curiosa, ela pergunta ao marido:

- Por que você trouxe esse mendigo sujo, fedido, para tomar café aqui em casa?

- Ele merece. É uma verdadeira lição de vida para você ver e aprender.


Eu o trouxe para te mostrar como fica um homem que não bebe, não joga, não fuma e não dá uma trepadinha fora de vez em quando!




OLHA BEM!

Divórcio Judeu

Antevéspera do Ano Novo Judaico, Boris Sylberstein, patriarca judeu, morador de um Kibutz pertinho de Tel Aviv, visita um dos seus filhos na capital de Israel:

- Jacobzinho odeio ter que estragar tua dia, mas babai brecisa dizer-te que a mamái e eu vamos separar-nos, depois de 45 anos!

- Tá louca babai, o que você tá dizendo? Grita Jakob.
Jerusalém inteira ouve!

- Não conseguimos mais nem nos olhar uma ao outra. Vamos separar-nos e acabou-se o que era doce. Ligue bra teu irmã Rachel e conda bra ela.

Apavorado, o rapaz liga para a irmã em Viena, que se desespera ao telefone:

- De jeito nenhuma nossos pais irão separar-se.. .! Chama babai ao delefone!

O ancião atende e a filha balbucia na maior emoção:

- Não façam nada até que nós chega aí amanhã, gombrende? Também chamarei Moishe na São Baulo, Shloimo na Buenos Aires e Esther no Nova Iorque e amanhã de noite, todas estaremos aí, ouviu bem babai?

Bate o telefone, sem deixar o pai responder. O velho coloca o fone no gancho vira-se para a mulher, sem que Jakob ouça, sussurrando:

- Brondo Sarah, todos virão para a Ano Novo. Só que desta vez não bagaremos os bassagens!

Se um cachorro fosse Professor e Facilitador, pense o que ele ensinaria !!


Se um cachorro fosse Professor e Facilitador, pense o que ele ensinaria !!

Se um cachorro fosse o seu professor, você aprenderia coisas assim:
Quando alguém que você ama chega em casa, corra ao seu encontro.
Nunca perca uma oportunidade de ir passear.
Permita-se experimentar o ar fresco do vento no seu rosto.
Mostre aos outros que estão invadindo o seu território.
Tire uma sonequinha no meio do dia e espreguice antes de levantar.
Corra, pule e brinque todos os dias.
Tente se dar bem com o próximo e deixe as pessoas te tocarem.
Não morda quando um simples rosnado resolve a situação.
Em dias quentes, pare e role na grama, beba bastante líquidos e
deite debaixo da sombra de uma árvore.
Quando você estiver feliz, dance e balance todo o seu corpo.
Não importa quantas vezes o outro te magoa, não se sinta
culpado...volte e faça as pazes novamente.
Aproveite o prazer de uma longa caminhada.
Se alimente com gosto e entusiasmo.
Coma só o suficiente.
Seja Leal, Fiel e Verdadeiro .
Nunca pretenda ser o que você não é.
E o MAIS importante de tudo....
Quando alguém estiver nervoso ou triste, fique em silêncio, fique por
perto e mostre que você está ali para confortar.
A amizade verdadeira não aceita imitações!!!
E NÓS PRECISAMOS APRENDER ISTO COM UM ANIMAL QUE, DIZEM SER IRRACIONAL !

Pense nisto, que lições você aplicaria nas suas atitudes todos os dias.!!

Mineirinho

A arca de noé brasileira


Um dia, o Senhor chamou Noé que morava no Brasil e ordenou-lhe:
- Dentro de 6 meses, farei chover ininterruptamente durante 40 dias e 40 noites, até que o Brasil seja coberto pelas águas.
Os maus serão destruídos,
mas quero salvar os justos e um casal de cada espécie animal.
Vai e constrói uma arca de madeira.
No tempo certo, os trovões deram o aviso e os relâmpagos cruzaram o céu.
Noé chorava, ajoelhado no quintal de sua casa,
quando ouviu a voz do Senhor soar furiosa, entre as nuvens:
- Onde está a arca, Noé?
- Perdoe-me, Senhor suplicou o homem.
Fiz o que pude, mas encontrei dificuldades imensas:
Primeiro tentei obter uma licença da Prefeitura ,
mas para isto, além das altas taxas para obter o alvará,
me pediram ainda uma contribuição para a campanha para eleição do prefeito.
Precisando de dinheiro, fui aos bancos e não consegui
empréstimo, mesmo aceitando aquelas taxas de juros ...
O Corpo de Bombeiros
exigiu um sistema de prevenção de incêndio, mas consegui contornar, subornando um funcionário.
Começaram então os problemas com o IBAMA e a
FEPAM para a extração da madeira.
Eu disse que eram ordens SUAS, mas eles só queriam saber se eu tinha um "Projeto de Reflorestamento " e um tal de
"Plano de Manejo ".
Neste meio tempo ELES descobriram também uns casais de
animais guardados em meu quintal..
Além da pesada multa, o fiscal falou em "Prisão Inafiançável " e eu acabei tendo que matar o fiscal, porque,
para este crime, a lei é mais branda.
Quando resolvi começar a obra, na raça,apareceu o CREA e me multou porque eu não tinha um Engenheiro Naval
responsável pela construção.
Depois apareceu o Sindicato exigindo que eu contratasse seus marceneiros com garantia de emprego por um ano.
Veio em seguida a Receita Federal , falando
em " sinais exteriores de riqueza " e também me multou.
Finalmente, quando a Secretaria Municipal do Meio Ambiente pediu o " Relatório de Impacto Ambiental " sobre a zona a ser inundada, mostrei o mapa do Brasil.
Aí, quiseram me internar num Hospital Psiquiátrico!
Sorte que o INSS estava de greve...

Noé terminou o relato chorando, mas notou que o céu clareava perguntou:
- Senhor, então não irás mais destruir o Brasil?
- Não! - respondeu a Voz entre as nuvens
- Pelo que ouvi de ti, Noé,
cheguei tarde!



O governo já se encarregou de fazer isso!

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Joãozinho aos 70 anos ...

Joãozinho, aos 70 anos, residindo em Queluzito pacata e belíssima cidade das MG, abordou o padre na rua e segredou:

- Padre, eu nunca me confessei mas, como estou ficando velho, acho que chegou a hora!!! Só que eu gostaria de me confessar com um anjo.... Tem jeito???

- Mas meu filho, com um anjo??? Isso é meio difícil!!! Olha, se minha presença o inibe, eu posso dar poderes ao sacristão para ouvir sua confissão!!!

- Não, seu padre, eu tenho dois pecados gravíssimos os quais só posso confessar a um anjo, tenho certeza!!!

- Bem, então, no domingo, vá a igreja e assista a missa. Após a missa, eu providenciarei um anjo para ouvir suas confissões.

Joãozinho, eufórico, exultou:

- Muito obrigado, seu padre, o senhor não pode nem imaginar a paz que o senhor está me devolvendo!!!

E assim se foram.....

Joãozinho, aos 70 anos, aliviado por ter resolvido o seu problema e o padre preocupado com o problema que acabara de arranjar.

Chegando a igreja, o padre chamou o sacristão, contou-lhe a estória e começaram a traçar o plano para levar um anjo ao confessionário.

- Faremos o seguinte, disse o padre: vou vesti-lo de anjo, amarro uma corda em volta do seu corpo, vou descendo-o sobre o confessionário e conforme for descendo você abana as asas. O que acha???

- Perfeito, disse o sacristão; O seu Joãozinho está velho, enxerga pouco, não vai notar nada!!!

Domingo, Joãozinho assistiu a missa inteira, aguardou que todos saíssem da igreja e o sacristão fechou a porta.

Levantou-se do banco e se encaminhou para o confessionário.

Passaram-se alguns minutos e lá veio o sacristão abanando as asas sobre o confessionário. Joãozinho se ajoelhou. E o 'anjo', com voz angelical, perguntou:

- Meu filho, por que você não quis se confessar nem com o padre e nem com o sacristão???

- Sabe o que é, seu anjo, é que eu estou comendo a mãe do padre e a mulher do sacristão!!! Entendeu agora porque eu não queria me confessar com eles???

- Entendi meu filho, disse o 'anjo'.

Então eu lhe dou como penitência, 200 Ave Marias pela mãe do padre e 2000 Pai Nossos pela mulher do sacristão.

Está bem assim, meu filho???

- Justíssimo, seu anjo, respondeu Joãozinho. Por isso que eu queria me confessar com quem entende. 2000 Pai Nossos pela mulher do sacristão, contra 200 Ave Marias pela mãe do padre é mais que justo, pois a mulher do sacristão é 10 vezes mais gostosa que a mãe do padre.

- Muito obrigado seu anjo, já vou agora mesmo, lá pro altar, pagar a penitência!!!

O 'anjo' aguardou um instante, fez um sinal para o padre que o puxou de volta. E, curioso, indagou:

- E aí, meu filho, como foi a experiência???

- Horrível seu padre... horrível!!!
- Desci como anjo, pelas mãos de um padre e subi como corno, pelas mãos de um filho da puta!!!

As porquinhas


As Porquinhas...

O fazendeiro, preocupado porque suas porcas não ficavam prenhas, ligou para o veterinário, que disse ao fazendeiro que era preciso fazer INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL.


O fazendeiro não tinha a menor idéia do que era isso, mas não querendo demonstrar ignorância, apenas perguntou como saberia se as porcas estavam mesmo prenhas, e o veterinário disse:


As porcas prenhas passam o dia mergulhadas na lama...


O fazendeiro pensou e concluiu que na inseminação artificial, deveria ser que ele mesmo teria que emprenhar as porcas.


Colocou as porcas numa Kombi, foi para o meio do mato, transou com cada uma delas e voltou para a fazenda...

Na manhã seguinte, viu que as porcas não estavam na lama e resolveu fazer tudo de novo...


Colocou as porcas na Kombi, foi para o meio do mato,transou o dia inteiro com elas e voltou para a fazenda.


Na manhã seguinte, ele foi ver as porcas, e nada... Elas não mergulhavam na lama.


Então ele colocou as porcas na Kombi de novo, foi para o meio do mato,
Transou várias vezes, com cada uma delas e voltou para fazenda.


Na manhã seguinte ele estava exausto, nem conseguia levantar e pediu à mulher para Dar uma olhada e ver se as porcas estavam mergulhadas na lama.


- Não, estão todas na Kombi e uma delas não pára de buzinar...

A importancia de uma boa comunicação


O vigário de um vilarejo tinha um peru como mascote, o Valente..

Certo dia, o peru Valente desapareceu, e ele achou que alguém o havia roubado..

No dia seguinte, na missa, o vigário perguntou à congregação:
- Algum de vocês aqui tem um peru?
Todos os homens se levantaram.

Não, não, disse o vigário, não foi isso que eu quis dizer. O que eu quero saber é se algum de vocês viu um peru?
Todas as mulheres se levantaram.

Não, não, repetiu o vigário.... o que eu quero dizer é se algum de vocês viu um peru que não lhes pertence.
Metade das mulheres se levantou.

Não, não, disse o vigário novamente muito atrapalhado. Talvez eu possa formular melhor a pergunta: O que eu quero saber é se algum de vocês viu o meu peru?
Todas as freiras se levantaram.

Multas de transito

Copa do mundo no Brasil

Como chegar bebado em casa

Amizade

Pé na bunda

Sempre certo ...


Um dia, Deus, muito insatisfeito com a humanidade e os seus pecados, decidiu pôr fim a tudo.



Deus reuniu então todos os líderes mundiais para comunicar-lhes pessoalmente a sua decisão de acabar com a humanidade em 24 horas.



Deus disse: "Reuni-vos aqui para comunicar que extinguirei a humanidade em 24 horas".






E o povo dizia:"Mas, Senhor..."


Nada de MAS, este é o limite, a humanidade vai abandonar a Terra para todo o sempre!





Portanto, voltem aos respectivos Países e digam ao Povo que estejam preparados. Têm 24 horas!





O primeiro a reunir o povo foi OBAMA.

Em Washington, através de uma mensagem à nação, OBAMA disse:



"Americanos, eu tenho uma boa notícia e uma má notícia para dar.

"A boa notícia é que Deus existe e que ele falou comigo". Mas, claro, já sabíamos disso.

A má notícia é que esta grande Nação,

o nosso grande Sonho, só tem 24 horas de existência. Este é o desejo de Deus".



Fidel Castro reuniu todos os cubanos e disse:

"Camaradas, povo Cubano, tenho duas más notícias.

A primeira é que Deus existe... sim, eu vi-o, estava mesmo à minha frente!!!

Estive enganado este tempo todo...

A segunda má notícia é que em 24 horas esta magnífica Revolução pela qual tanto temos lutado, vai deixar de existir."




Finalmente, no Brasil, Lula dá uma conferência de imprensa:

"Brasileiros, hoje é um dia muito especial para todos nós. Tenho duas boas notícias.

A primeira boa notícia é que eu sou um enviado de Deus, um mensageiro, porque conversei com ele pessoalmente.

A segunda boa notícia é que, conforme constava do Programa do Governo, em apenas em 24 horas, serão erradicados para sempre o desemprego, o analfabetismo, o tráfico de drogas, a corrupção, a pedofilia, os problemas de transporte, água e luz, habitação, de burocracia, e, o mais espectacular de tudo: todos os impostos vão acabar, assim como a miséria e a pobreza neste País!! É o Governo cumprindo tudo o que prometeu!!!"

Quando um pai não sabe explicar...


Joãozinho está dentro do carro do seu pai, quando avista duas prostitutas na calçada...

- Pai, quem são aquelas senhoras?

O pai meio embaraçado, responde:

- Não interessa filho... Olhe antes para esta loja... Já viu os lindos brinquedos que tem?

- Sim, sim, já vi. Mas... quem são as senhoras e o que é que estão fazendo ali paradas?

- São... são. São senhoras que vendem na rua.

- Ah, sim?! Mas vendem o quê?? - Pergunta admirado o garoto.

- Vendem... vendem... Sei lá... vendem um pouco de prazer.

O garoto começa a refletir sobre o que o pai lhe disse, e quando chega em casa, abre a sua carteira com a intenção de ir comprar um pouco de prazer.
Estava com sorte! Podia comprar 50 reais de prazer!
No dia seguinte vai ver uma prostituta e pergunta-lhe:

- Desculpe, minha senhora, mas pode-me vender 50 reais de prazer, por favor?

A mulher fica admirada, e por momentos não sabe o que dizer, mas como a vida está difícil, ela aceita. Porém, como não poderia agir de forma 'normal' com o garotinho, leva o garoto para casa dela e prepara-lhe seis pequenas tortas bem gostosas de morango e chocolate.

Já era tarde quando o garoto chega em casa.

O seu pai, preocupado pela demora do filho, pergunta-lhe onde ele tinha estado. O garoto olha para o pai e diz:

- Fui ver uma das senhoras que nós vimos ontem, para lhe comprar um pouco de prazer!

O pai fica amarelo:

- E... e então... como é que se passou?

- Bom, as quatro primeiras não tive dificuldade em comer, a quinta levei quase uma hora e a sexta foi com muito sacrifício. Tive quase que empurrar para dentro com o dedo, mas comi mesmo assim. Ao final estava todo lambuzado, melequei todo o chão, e a senhora me convidou para voltar amanhã, mas para ser sincero ao senhor eu só tive prazer nas três primeiras , as outras só comi para mostrar que sou homem mesmo, posso ir amanhã novamente pai?

O pai desmaiou.

DICAS PARA FAZER AMOR NA 3ª IDADE:

01. Use seus óculos. Certifique-se de que sua companhia esteja realmente na cama.
02. Ajuste o despertador para tocar em três minutos, só para caso de você adormecer durante a performance.
03. Acerte com a iluminação: Apague todas as luzes!
04. Deixe seu celular programado para o número da "EMERGÊNCIA MÉDICA".
05. Escreva em sua mão o nome da pessoa que está com você na cama, no caso de não se lembrar.
06. Fixe bem sua dentadura para que ela não acabe caindo debaixo da cama.
07. Tenha DORFLEX à mão. Isto, para o caso de você não cumprir a performance!
08. Faça o quanto barulho quiser. Os vizinhos também são surdos...
09. Se tudo der certo, telefone para seus amigos para contar as boas novas.
10. Nunca, jamais, pense em repetir a dose.
11. Não se esqueça de levar 2 travesseiros para coloca-los sob os joelhos, para não forçar a artrose.
12. Se for usar camisinha, avise antes ao piupiu que não se trata de touca para dormir, senão ele pode se confundir.
13. Ah! O mais importante, não se esqueça de tirar a parte de baixo do pijama, mas fique com a camiseta para não pegar gripe.

(Estas dicas foram escritas em letras grandes para auxiliarem na sua leitura).

“Viver é a coisa mais rara do mundo. A maioria das pessoas apenas existe”.(Oscar Wilde)

quarta-feira, 28 de julho de 2010

PENSAMENTO POSITIVO


PENSAR POSITIVO SEMPRE

Certo dia, um pai deu ao filho dinheiro para pagar as contas de LUZ e ÁGUA.
Era o último dia para o pagamento, antes do corte.

O filho na rua viu um outdoor: "COMPRE 1 BILHETE E CONCORRA A 2 PICK UPs!"

O garoto pensou: "Eu poderia ganhar os 2 carros e deixar meu pai com
dinheiro sobrando". Então com o dinheiro das contas comprou vários
bilhetes.

No outro dia o pai preocupado pergunta ao filho pelas contas pagas. O
garoto conta que havia comprado os bilhetes e que daqui 2 dias o pai iria
ganhar 2 camionetes. O pai ficou uma fera porque aquele era o último
dinheiro que tinha para pagar as contas e como se não bastasse a bronca,
deu uma bela surra em seu filho.

Passados 2 dias, chegou o dia do sorteio e então ao acordar, a família teve
uma surpresa, estavam estacionados em frente à casa: 2 CAMIONETES!

Todos começaram a chorar!

Uma camionete era da ELETROPAULO e outra da SABESP, cortaram a luz e a
água...

Vai acreditando que pobre tem sorte, vai...kkkkkkkkk

A Importância de CONHECER o CLIENTE

Esta fábula que mostra de forma simples a importância de, antes de qualquer coisa, conhecer bem o cliente...



Um desapontado vendedor da Coca-Cola retorna de sua tarefa em Israel .

Um amigo pergunta:
- Porque você fracassou assim totalmente com os israelenses ?
O vendedor explicou:
- Quando fui indicado para o Oriente Médio, eu estava muito confiante de que faria ótimas vendas me dedicando à área rural. Mas eu tinha um problema, eu não sabia falar Hebraico. Então eu planejei transmitir minha mensagem de venda através de três posters....











Primeiro poster: um homem caído na quente areia do deserto... totalmente exausto e quase desmaiando....

Segundo poster: o homem bebendo a nossa Coca-Cola....

Terceiro poster: nosso homem agora está totalmente revigorado....

- Então esses posters foram colados em toda a área rural de Israel.

- Isso deveria ter funcionado, disse o amigo.



O vendedor explica:

- Eu não tinha idéia que os israelenses leem da direita para a esquerda.

Ser Feliz ou Ter Razão?


Ser Feliz ou Ter Razão?

Oito da noite, numa avenida movimentada.
O casal já está atrasado para jantar na casa de uns amigos.
O endereço é novo, bem como o caminho que ela consultou no mapa antes de sair.
Ele conduz o carro.
Ela orienta e pede para que vire, na próxima rua, à esquerda.
Ele tem certeza de que é à direita...
Discutem.
Percebendo que além de atrasados, poderão ficar mal-humorados, ela deixa que ele decida.
Ele vira à direita e percebe, então, que estava errado.
Embora com dificuldade, admite que insistiu no caminho errado, enquanto faz o retorno.
Ela sorri e diz que não há nenhum problema se chegarem alguns minutos atrasados.
Ele questiona: - Se tinhas tanta certeza de que eu estava indo pelo caminho errado, por que não insistiu um pouco mais?
Ela diz: - Entre ter razão e ser feliz, prefiro ser feliz!!! Estávamos à beira de uma discussão, se eu insistisse mais, teríamos estragado a noite!

MORAL DA HISTÓRIA:
Esta pequena história foi contada por uma empresária, durante uma palestra sobre simplicidade no mundo do trabalho. Ela usou a cena para ilustrar quanta energia nós gastamos apenas para demonstrar que temos razão, independentemente, de tê-la ou não. Desde que ouvi esta história, tenho me perguntado com mais freqüência: 'Quero ser feliz ou ter razão?'
Outro pensamento parecido, diz o seguinte:
'Nunca se justifique. Os amigos não precisam e os inimigos não acreditam'

Depilação feminina


> Foi assim que decidi, por livre e espontânea pressão de amigas, me
> render à depilação na virilha.
> Falaram que eu ia me sentir dez quilos mais leve.
> Mas acho que pentelho não pesa tanto assim.
> Disseram que meu namorado ia amar, que eu nunca mais ia querer outra coisa.

Eu imaginava que ia doer, porque elas ao menos me avisaram que isso aconteceria.
Mas não esperava que por trás disso, e bota por trás nisso, havia toda
uma indústria pornô-ginecológica-estética.

- Oi, queria marcar depilação com a Penélope.
- Vai depilar o quê?
- Virilha.
- Normal ou cavada?

Parei aí. Eu lá sabia o que seria uma virilha cavada. Mas já que era
pra fazer, quis fazer direito.

- Cavada mesmo.
- Amanhã, às... Deixa eu ver...13h?
- Ok. Marcado.

> Chegou o dia em que perderia dez quilos. Almocei coisas leves, porque
> sabia lá o que me esperava, oloquei roupas bonitas, assim, pra ficar
> chique. Escolhi uma calcinha apresentável. E lá fui.
> Assim que cheguei, Penélope estava esperando.
> Moça alta, mulata, bonitona. Oba, vou ficar que nem ela, legal.
> Pediu que eu a seguisse até o local onde o ritual seria realizado.
> Saímos da sala de espera e logo entrei num longo corredor.
> De um lado a parede e do outro, várias cortinas brancas. Por trás
> delas ouvia gemidos, gritos, conversas.
> Uma mistura de Calígula com O Albergue. Já senti um frio na barriga
> ali mesmo, sem desabotoar nem um botão. Eis que chegamos ao nosso
> cantinho: uma maca, cercada de cortinas.
>
> - Querida, pode deitar.
> Tirei a calça e, timidamente, fiquei lá estirada de calcinha na maca.
> Mas a Penélope mal olhou pra mim.
> Virou de costas e ficou de frente pra uma mesinha. Ali estavam os
> aparelhos de tortura.
> Vi coisas estranhas. Uma panela, uma máquina de cortar cabelo, uma pinça.
> Meu Deus, era O Albergue mesmo. De repente ela vem com um barbante na mão.
> Fingi que era natural e sabia o que ela faria com aquilo, mas fiquei
> surpresa quando ela passou a cordinha pelas laterais da calcinha e a
> amarrou bem forte.
> - Quer bem cavada?
> - É... é, isso.
> Penélope então deixou a calcinha tampando apenas uma fina faixa da
> Abigail, nome carinhoso de meu órgão, esqueci de apresentar antes.(kkkk)
> - Os pêlos estão altos demais. Vou cortar um pouco senão vai doer mais ainda.
> - Ah, sim, claro.
> Claro nada, não entendia porra nenhuma do que ela fazia. Mas confiei.
> De repente, ela volta da mesinha de tortura com uma espátula melada de
> um líquido viscoso e quente (via pela fumaça).
> - Pode abrir as pernas.
> - Assim?
> - Não, querida. Que nem borboleta, sabe? Dobra os joelhos e depois
> joga cada perna pra um lado.
> - Arreganhada, né?
>
> Ela riu. Que situação.
> E então, Pê passou a primeira camada de cera quente em minha virilha
> Virgem. Gostoso, quentinho, agradável. Até a hora de puxar.
>
> Foi rápido e fatal.
> Achei que toda a pele de meu corpo tivesse saído, que apenas minha
> ossada havia sobrado na maca.
> Não tive coragem de olhar. Achei que havia sangue jorrando até o teto.
> Até procurei minha bolsa com os olhos, já cogitando a possibilidade de
> ligar para o Samu.
> Tudo isso buscando me concentrar em minha expressão, para fingir que
> era tudo supernatural.
> Penélope perguntou se estava tudo bem quando me notou roxa.
> Eu havia esquecido de respirar. Tinha medo de que doesse mais.
> - Tudo ótimo. E você?
> Ela riu de novo como quem pensa "que garota estranha".
> Mas deve ter aprendido a ser simpática para manter clientes.
>
> O processo medieval continuou. A cada puxada eu tinha vontade de
> espancar Penélope.
> Lembrava de minhas amigas recomendando a depilação e imaginava que era
> tudo uma grande sacanagem, só pra me fazer sofrer. Todas recomendam a
> todos porque se cansam de sofrer sozinhas.
>
> - Quer que tire dos lábios?
> - Não, eu quero só virilha, bigode não.
> - Não, querida, os lábios dela aqui ó.
> Não, não, pára tudo. Depilar os tais grandes lábios ? Putz, que idéia.
> Mas topei. Quem está na maca tem que se fuder mesmo.
> - Ah, arranca aí. Faz isso valer a pena, por favor.
> Não bastasse minha condição, a depiladora do lado invade o cafofinho
> de Penélope e dá uma conferida na Abigail.
>
> - Olha, tá ficando linda essa depilação.
> - Menina, mas tá cheio de encravado aqui. Olha de perto.
>
> Se tivesse sobrado algum pentelhinho, ele teria balançado com a
> respiração das duas.
> Estavam bem perto dali. Cerrei os olhos e pedi que fosse um pesadelo.
> "Me leva daqui, Deus, me teletransporta". Só voltei à terra quando
> entre uns blábláblás ouvi a palavra pinça.
> - Vou dar uma pinçada aqui porque ficaram um pelinhos, tá?
> - Pode pinçar, tá tudo dormente mesmo, tô sentindo nada.
> Estava enganada.
> Senti cada picadinha daquela pinça filha da mãe arrancar cabelinhos
> resistentes da pele já dolorida.
> E quis matá-la. Mas mal sabia que o motivo para isso ainda estava por vir.
>
> - Vamos ficar de lado agora?
> - Hein?
> - Deitar de lado pra fazer a parte cavada.
> Pior não podia ficar. Obedeci à Penélope. Deitei de ladinho e fiquei
> esperando novas ordens.
>
> - Segura sua bunda aqui?
> - Hein?
> - Essa banda aqui de cima, puxa ela pra afastar da outra banda. Tive
> vontade de chorar.
> Eu não podia ver o que Pê via. Mas ela estava de cara para ele, o olho
> que nada vê.
> Quantos haviam visto, à luz do dia, aquela cena?
> Nem minha ginecologista.
> Quis chorar, gritar, peidar na cara dela, como se pudesse envenená-la.
> Fiquei pensando nela acordando à noite com um pesadelo. O marido perguntaria:
> - Tudo bem, Pê?
> - Sim... sonhei de novo com o cu de uma cliente.
> Mas de repente fui novamente trazida para a realidade.
> Senti o aconchego falso da cera quente besuntando meu Twin Peaks.
> Não sabia se ficava com mais medo da puxada ou com vergonha da situação.
> Sei que ela deve ver mil cus por dia. Aliás, isso até alivia minha situação.
> Por que ela lembraria justamente do meu entre tantos?
> E aí me veio o pensamento: peraí, mas tem cabelo lá?
> Fui impedida de desfiar o questionamento. Pê puxou a cera.
> Achei que a bunda tivesse ido toda embora. Num puxão só, Pê arrancou
> qualquer coisa que tivesse ali.
> Com certeza não havia nem uma preguinha pra contar a história mais.
> Mordia o travesseiro e grunhia ao mesmo tempo. Sons guturais,
> xingamentos, preces, tudo junto.
>
> - Vira agora do outro lado.
> Porra.. por que não arrancou tudo de uma vez? Virei e segurei
> novamente a bandinha.
> E então, piora. A broaca da salinha do lado novamente abre a cortina.
> - Penélope, empresta um chumaço de algodão?
> Apenas uma lágrima solitária escorreu de meus olhos. Era dor demais,
> vergonha demais.
> Aquilo não fazia sentido. Estava me depilando pra quem?
> Ninguém ia ver o tobinha tão de perto daquele jeito. Só mesmo
> Penélope. E agora a vizinha inconveniente.
>
> - Terminamos. Pode virar que vou passar maquininha.
> - Máquina de quê?!
> - Pra deixar ela com o pêlo baixinho, que nem campo de futebol.
> - Dói?
> - Dói nada.
> - Tá, passa essa merda...
> - Baixa a calcinha, por favor.
> Foram dois segundos de choque extremo.
> Baixe a calcinha, como alguém fala isso sem antes pegar no peitinho?
> Mas o choque foi substituído por uma total redenção. Ela viu tudo, da
> perereca ao cu.
> O que seria baixar a calcinha? E essa parte não doeu mesmo, foi até
> bem agradável.
>
> - Prontinha. Posso passar um talco?
> - Pode, vai lá, deixa a bicha grisalha.
> - Tá linda! Pode namorar muito agora.
> Namorar...namorar... eu estava com sede de vingança. Admito que o
> resultado é bonito, lisinho, sedoso.
> Mas doía e incomodava demais. Queria matar minhas amigas.
> Queria virar feminista, morrer peluda, protestar contra isso.
> Queria fazer passeatas, criar uma lei antidepilação cavada.
> Queria comprar o domínio www.preserveasxoxotaspeludas.com.br

A freirinha corinthiana


Uma freira faz sinal para um táxi parar. Ela entra e o taxista não pára de
olhar para ela:

- Por que você me olha assim?
Ele explica:
- Tenho uma coisa para lhe pedir, mas não quero que fique ofendida...
Ela responde:
- Meu filho, sou freira há muito tempo e já vi e ouvi de tudo. Com certeza
não há nada que você possa me dizer ou pedir que eu ache ofensivo.
- Sabe, é que eu sempre tive na cabeça uma fantasia de ser beijado na boca
por uma freira...
A freira:
- Bem, vamos ver o que é que eu posso fazer por você: primeiro, você tem
que ser solteiro, corinthiano e também católico.
O taxista fica entusiasmado:
- Sim, sou solteiro, corinthiano desde criancinha e até sou católico também!
A freira olha pela janela do táxi e diz:
- Então, pare o carro ali na próxima travessa.
O carro para na travessa e a freira satisfaz a velha fantasia do taxista
com um belo beijo na boca daqueles de cinema .
Mas, quando continuam para o destino, o taxista começa a chorar:
- Meu filho - diz a freira - Porque é que está chorando?
- Perdoe-me Irmã, mas confesso que menti: sou casado, palmeirense e sou
evangélico.
A freira conforta-o:
- Deixa pra lá. Estou a caminho de uma festa a fantasia, sou travesti, me
chamo Alfredo e torço pro São Paulo!

Mineirinho esperto ...

Dois casais, um de cariocas e outro de mineiros, estavam jogando cartas e uma carta caiu embaixo da mesa.
O Mineiro abaixou para pegar e deu uma olhadela na mulher do carioca por baixo da mesa, ela estava sem calcinha. Alguns minutos depois o
mineiro suando frio levantou para tomar água e a mulher do carioca
disfarçou e foi atrás dele, chegando na cozinha, ela perguntou:

- E aí? O que você achou?

- Maravilhoso. Respondeu o mineiro.

- Qualquer 500 reais e a gente conversa - disparou a carioca.

- É muito dinheiro, mas tudo bem, é só dizer quando!

- Amanhã a tarde ele não vai estar em casa você pode ir lá.

- Combinado!

No outro dia a tarde o mineiro chega na hora marcada, paga os 500 reais e transa
com a mulher do carioca.

À noite o carioca chega do trabalho e pergunta a mulher:

- O mineiro esteve aqui a tarde?

- Sim.

Respondeu a mulher assustada..

- Deixou 500 reais?

- Sim.

Respondeu a mulher completamente apavorada.

- Ufa! Que alívio!
Aquele mineiro safado esteve no meu escritório pela manhã, me pediu
500 reais emprestado e disse que passava aqui à tarde sem falta para me pagar.

MULHERES BEM RESOLVIDAS DO SEC. XXI, vocês têm que ler esses contos...



Os dois menores e melhores contos de fadas do mundo...

1. Conto de fadas para mulheres do séc. 21 – I
Era uma vez uma linda moça que perguntou a um lindo rapaz: Você quer casar comigo?
Ele respondeu: NÃO!
E a moça viveu feliz para sempre, foi viajar, fez compras, conheceu muitos outros rapazes, visitou muitos lugares, foi morar na praia, comprou outro carro, mobiliou sua casa, sempre estava sorrindo e de bom humor, nunca lhe faltava nada, bebia cerveja com as amigas sempre que estava com vontade e ninguém mandava nela.
O rapaz ficou barrigudo, careca, o pinto caiu, a bunda murchou, ficou sozinho e pobre, pois não se constrói nada sem uma MULHER...

2. Conto de fadas para mulheres do séc. 21 - II
Era uma vez, numa terra muito distante, uma linda princesa independente e cheia de auto-estima que, enquanto contemplava a natureza e pensava em como o maravilhoso lago do seu castelo estava de acordo com as conformidades ecológicas, se deparou com uma rã.
Então, a rã pulou para o seu colo e disse: Linda princesa, eu já fui um príncipe muito bonito. Mas uma bruxa má lançou-me um encanto e eu transformei-me nesta rã asquerosa. Um beijo teu, no entanto, há de me transformar de novo num belo príncipe e poderemos casar e constituir um lar feliz no teu lindo castelo. A minha mãe poderia vir morar conosco e tu poderias preparar o meu jantar, lavarias as minhas roupas, criarias os nossos filhos e viveríamos felizes para sempre...
E então, naquela noite, enquanto saboreava pernas de rã à sautée, acompanhadas de um cremoso molho acebolado e de um finíssimo vinho branco, a princesa sorria e pensava:
Nem pho...den...do!
(Luís Fernando Veríssimo)

TEMPO CERTO




De uma coisa podemos ter certeza:

De nada adianta querer apressar as coisas;
tudo vem ao seu tempo,
dentro do prazo que lhe foi previsto,
mas a natureza humana não é muito paciente.

Temos pressa em tudo,
aí acontecem os atropelos do destino,
aquela situação que você mesmo provoca
por pura ansiedade de não aguardar o Tempo Certo.

Mas alguém poderia dizer:
Mas qual é esse tempo certo???

Bom, basta observar os sinais...
Quando alguma coisa está para acontecer
ou chegar até sua vida,
pequenas manifestações do cotidiano,
enviarão sinais indicando o caminho certo.

Pode ser a palavra de um Amigo,
um texto lido, uma observação qualquer;
mas com certeza,
o sincronismo se encarregará de colocar você
no lugar certo, na hora certa,
no momento certo,
diante da situação ou da pessoa certa!!!
Basta você acreditar que
Nada Acontece Por Acaso!!!

Por que a Eva comeu a maçã?????


Não foi assim facílimo não!!!
No início, Eva não queria comer a maçã.
- Come - disse a serpente astuta! - e serás
como os anjos!
- Não - respondeu Eva. Virando a cara para o lado! *
- Terás o conhecimento do Bem e do Mal -
insistiu a víbora.
- Cruzou os braços, olhou bem na cara da
serpente e respondeu firme: Não!
- Serás imortal.
- Não! Já disse!
- Serás como Deus!
- Não, e NÃO! Já disse que náo!
Irritadíssima, quase enfiando a maçã goela
abaixo, a serpente já estava desesperada e não sabia mais o que fazer
para que aquela mulher, de princípios tão rígidos e personalidade tão
forte comesse a maçã.
Até que teve uma idéia, já que nenhum dos
argumentos haviam funcionado...
Ofereceu novamente a fruta e disse com um
sorrizinho maroto:
- Come, boba!!! EMAGRECE!!!! *

FOI TIRO E QUEDA!!!!

terça-feira, 27 de julho de 2010

O que é um Churrasco? (Escrito por uma mulher )

O churrasco é a única coisa que um homem sabe cozinhar, e quando um homem se
propõe a realizá-lo, ocorre a seguinte cadeia de acontecimentos:

01 - A mulher vai ao supermercado comprar o que é necessário.
02 - A mulher prepara a salada, arroz, farofa, vinagrete e a sobremesa
03 - A mulher tempera a carne e a coloca numa bandeja com os talheres necessários,
enquanto o homem está deitado próximo à churrasqueira, bebendo uma cerveja.
04 - O homem coloca a carne no fogo.
05 - A mulher vai para dentro de casa para preparar a mesa e verificar o cozimento
dos legumes.
06 - A mulher diz ao marido que a carne está queimando.
07 - O homem tira a carne do fogo.
08 - A mulher arranja os pratos e os põe na mesa.
09 - Após a refeição, a mulher traz a sobremesa e lava a louça.
10 - O homem pergunta à mulher se ela apreciou não ter que cozinhar e, diante do
ar aborrecido da mulher, conclui que elas nunca estão satisfeitas....

DIREITO DE RESPOSTA (Escrito por um homem)

01 - Nenhum churrasqueiro, em sã consciência, iria pedir à mulher para fazer as
compras para um churrasco, pois ela iria trazer cerveja Kaiser, um monte de bifes,
asas de frango e uma peça de picanha de 4,8 Kg que o açougueiro disse ser
'Ótima', pois não conseguiu empurrar para nenhum homem.
02 - Salada, arroz, farofa, vinagrete e a sobremesa, ela prepara só para as
mulheres comerem. Homem só come carne e toma cerveja.
03 - Bandeja com talheres? Só se for para elas. Homem que é homem come churrasco
como tira-gosto e belisca com a mão, oras!.
04 - Colocar a carne no fogo??? Tá louca??? A carne tem que ir para agrelha ou
para um espeto que, a propósito, tem que ser virado a toda hora.
05 - Legumes??? Como eu já disse, só as mulheres comem isso num churrasco.
06 - Carne queimando??? O homem só deixa a carne queimar quando a mulherada
reclama: 'Não gosto de carne sangrando'; 'Isto está muito cru'; 'tá viva??'. Após
a décima vez que você oferece o mesmo pedaço que estava ao ponto uma hora antes,
elas acabam comendo a carne tão macia quanto o espeto e tão suculenta quanto um
pedaço de carvão.
07 - Pratos? Só se for para elas mesmas!
08 - Sobremesa? Só se for mais uma Skol.
09 - Lavar louça? Só usei meus dedos!!! (e limpei na bermuda).

Realmente, as mulheres nunca vão entender o que é um churrasco!!!

A DEPRIMENTE JUSTIÇA BRASILEIRA


Justiça Brasileira!!!

Eis o por quê da expressão: 'deixar o cachorro passar e implicar com a pulga'
Isso foi exibido em todos os telejornais noturnos na quinta feira.
Paulo, 28 anos, casado com Sônia, grávida de 04 meses, desempregado há dois meses, sem ter o que comer em casa foi ao rio Piratuaba-SP a 5km de sua casa pescar para ter uma 'misturinha' com o arroz e feijão, pegou 900gr de lambari, e sem saber que era proibido a pesca, foi detido por dois dias e levou umas porradas. Um amigo pagou a fiança de R$ 280,00 para liberá-lo e terá que pagar ainda uma multa ao IBAMA de R$ 724,00. A sua mulher Sônia grávida de 04 meses, sem saber o que aconteceu com o marido que supostamente sumiu, ficou nervosa e passou mal, foi para o hospital e teve aborto espontâneo. Ao sair da detenção, Paulo recebe a noticia de que sua esposa estava no hospital e perdeu seu filho, pelos míseros peixes que ficaram apodrecendo no lixo da delegacia.
Quem poderá devolver o filho de Sônia e Paulo?


Henri Philippe Reichstul, de origem estrangeira, Presidente da PETROBRAS.
Responsável pelo derramamento de 1 milhão e 300 mil litros de óleo na Baía da Guanabara. Matando milhares de peixes e pássaros marinhos. Responsável, também, pelo derramamento de cerca de 4 milhões de litros de óleo no Rio Iguaçu, destruindo a flora e fauna e comprometendo o abastecimento de água em várias cidades da região. Crime contra a natureza, inafiançável.
Encontra-se em liberdade. Pode ser visto jantando nos melhores restaurantes do Rio e de Brasília.


Esta é uma campanha em favor da VERGONHA NA CARA.
Eu já divulguei, e você? Faça sua parte, não demora nada. Nada mesmo.

segunda-feira, 26 de julho de 2010

NÃO FUME

Falta de atenção ....


Numa faculdade de medicina o professor diz:
- Os médicos têm que aprender duas coisas importantes:
1º - Ter muita atenção.
2º - Nem um pouco de nojo.
Por isso, vamos fazer um teste.
Trouxeram um cadáver e o professor enfiou o dedo no cú do morto, lambeu e mandou todos fazerem o mesmo.
Todos se entreolharam, com cara de nojo, mas fizeram o mesmo.
Depois que todos lamberam o dedo, o professor disse:
- Ótimo! Nojo vocês não têm.
Agora só falta a atenção, pois eu enfiei um dedo e lambi outro.

Lógica das Freiras


Duas freiras saíram do convento para vender biscoitos.
Uma é Irmã Maria e a outra é a Irmã Léia.

Irmã Maria - Está ficando escuro e nós ainda estamos longe do convento !!!

Irmã Léia: - Você reparou que um homem está nos seguindo há uma meia hora?

Irmã Maria - Sim, o que será que ele quer?

Irmã Léia: - É lógico! Ele quer nos estuprar.

Irmã Maria - Oh, não! Se continuarmos neste ritmo ele vai nos alcançar,
no máximo em 15 minutos. O que vamos fazer?

Irmã Léia: - A única coisa Lógica a fazer é andarmos mais rápido!!!

Irmã Maria - Não está funcionando.

Irmã Léia : - Claro que não! Ele fez a única coisa lógica a fazer, ele também começou andar mais rápido.

Irmã Maria - E agora, o que devemos fazer?
Ele nos alcançará em 1 minuto!

Irmã Léia: - A única coisa lógica que nos resta fazer, é nos separar!
Você vai para aquele lado e eu vou pelo outro. Ele não poderá seguir-nos as duas, ao mesmo tempo.

Então, o homem decidiu seguir Irmã Léia.

A Irmã Maria chegou ao convento, preocupada com o que poderia ter
acontecido à Irmã Léia.

Passado um bom tempo, eis que chega Irmã Léia.

Irmã Maria - Irmã Léia !!! Graças a Deus você chegou! Me conte o que aconteceu!!!

Irmã Léia: - Aconteceu o lógico. O homem não podia seguir-nos as duas,
então ele optou por me seguir.

Irmã Maria - Então, o que aconteceu?

Irmã Léia : - O lógico, eu comecei a correr o mais rápido que podia
e ele correu o mais rápido que ele podia, também...

Irmã Maria - E então?....

Irmã Léia: - Novamente aconteceu o lógico: ele me alcançou.

Irmã Maria - Oh, meu Deus! O que você fez?

Irmã Léia : - Eu fiz o lógico: levantei meu hábito.

Irmã Maria - Oh, Irmã Léia!!!! E o que o homem fez ?

Irmã Léia: - Ele, também, fez o lógico: abaixou as calças.

Irmã Maria - Oh, não!!!!! O que aconteceu depois?

Irmã Léia: - O óbvio, NÉ Irmã Maria???

Uma freira com o hábito levantado consegue correr muito mais rápido
do que um homem com as calças abaixadas !!!!

SE VOCÊ PENSOU EM OUTRO FIM PARA A HISTÓRIA,
REZE:188 AVE- MARIAS E 309 PAI-NOSSOS,
SEU/SUA PERVERTIDO/A !!!!

....E PEÇA A DEUS PARA LIMPAR SUA MENTE POLUÍDA!!!!!!!!!!!!.

PODE COMEÇAR A REZAR ... E DE JOELHOS!!!!!


kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Curpa dus crentes ..


Um bêbado chega ao balcão da lanchonete e pede uma pinga.
Do seu lado uma senhora distinta querendo chamar a atenção dele diz:
- O senhor sabia que o Brasil é o segundo país do mundo em consumo de álcool?
O bêbado responde:
- É curpa dos crente!
- Como culpa dos crentes? Os coitados nem sequer bebem álcool?!
- Pois é, se eles bebesse um pôquim, nóis já tava em primêro!

Para quem tem clientes....


No aeroporto, o pessoal estava na sala de espera aguardando a chamada para embarcar. Nisso aparece o Co-piloto, todo uniformizado, de óculos escuros e de bengala, tateando pelo caminho. A atendente da companhia o encaminha até o avião e assim que volta , explica que, apesar dele ser cego, é o melhor Co-piloto da companhia.

Alguns minutos depois, chega outro funcionário também uniformizado, de óculos escuros, de bengala branca e amparado por duas aeromoças.

A atendente mais uma vez informa que, apesar dele ser cego, é o melhor piloto da empresa e, tanto ele quanto o Co-piloto, fazem a melhor dupla da companhia.

Todos os passageiros embarcam no avião preocupados com os pilotos.

O comandante avisa que o avião vai levantar vôo e começa a correr pela pista, cada vez com mais velocidade.. . Todos os passageiros se olham, suando, com muito medo da situação. O avião vai aumentando a velocidade e nada de levantar vôo. A pista está quase acabando e nada do avião sair do chão. Todos começam a ficar cada vez mais preocupados. O avião correndo e a pista acabando. O desespero toma conta de todo mundo.

Começa uma gritaria histérica no avião.

Nesse exato momento o avião decola, ganhando o céu e subindo suavemente.
O piloto vira para o Co-piloto e diz:

- Se algum dia o pessoal não gritar, a gente tá fudido!!!!!!

Moral: OUVIR OS CLIENTES É FUNDAMENTAL ...

quarta-feira, 21 de julho de 2010

video

NEGÃO NO ELEVADOR

Um cara meio fracote e raquítico, pega o elevador. Junto com ele entra um negão imenso. O cara fica meio assustado com o tamanho do negão e olha de cima a baixo..
O negão percebe e fala: - Tenho 2 metros de altura, 180 quilos, 30 centímetros de pinto,o saco pesa três quilos: FELIPE COSTA, seu criado!

O cara fracote e raquítico cai duro e desmaia!
O negão então da uns tapas na cara do coitado, acorda-o e lhe pergunta: O que houve cara, por que você desmaiou?
O cara ainda meio desacordado responde: - Desculpe, o que foi mesmo que você disse?
- Eu disse: Tenho 2 metros de altura, 180 quilos, 30 centímetros de pinto, o saco pesa três quilos, FELIPE COSTA, seu criado.



- Ah! Graças a Deus. Eu tinha entendido: FIQUE DE COSTA, seu viado

quinta-feira, 15 de julho de 2010

O Papa e os 3 gauchos ...

Em visita ao litoral do Rio Grande do Sul, o Papa foi levado à praia de Presidente (isso mesmo, aquela ali ao lado de Mariluz) onde presenciou uma cena impressionante. Algumas pessoas gritavam, desesperadas, apontando para o mar
Forçando a vista, Sua Santidade pode ver um jovem, vestido com a camisa da seleção Argentina, lutando desesperadamente contra o ataque de um tubarão!
O pânico era geral, mas três homens se aproximaram da água.
Um arremessou um arpão que acertou no corpo do tubarão; o segundo arrancou o jovem ensangüentado de sua enorme boca, enquanto o terceiro abatia a feroz criatura com vigorosas cacetadas.
Depois de levar o Argentino inconsciente até a areia, os três sujeitos arrastaram o tubarão até as proximidades de uma camionete e colocaram na caçamba. Ainda cansados, os gaúchos foram levados até as proximidades do Papa-móvel.
O Papa, visivelmente emocionado, lhes dirigiu uma benção especial.
- Caríssimos irmãos do Rio Grande: a cena que hoje presenciei me ensinou muito acerca a grandeza dos homens, filhos de Deus. Sem considerar a rivalidade que existe entre os brasileiros e argentinos, um gesto nobre, superior e heróico, levou estes abnegados riograndenses a salvar um irmão das garras da morte, mesmo sendo este um Argentino. É um grande exemplo para a busca da paz entre os homens, sempre em conflito!
O Papa se despediu, emocionado, e, enquanto o Papa-móvel se afastava, um dos gaúchos perguntou aos outros:
- Escuta, tchê, quem é este velhote?
- Bah, guri! Deixa de ser ignorante, tchê, este é o Papa, o santo padre, o cara que fala direto com o Homem lá de cima! Ele tem a sabedoria divina.
- Sabedoria divina ele pode ter, tchê, mas não entende nada de pesca de tubarão. - Cadê a isca?
- Fugiu de novo? Da próxima vez vamos amarrar o argentino com arame, é mais seguro.

terça-feira, 13 de julho de 2010

Diferentes maneiras de se contar uma estória ...

Se história da Chapeuzinho Vermelho fosse verdade, como ela seria contada na imprensa do Brasil?
Veja as diferentes maneiras de contar a mesma história.

Jornal Nacional
(William Bonner): 'Boa noite. Uma menina chegou a ser devorada por um lobo na noite de ontem...'
(Fátima Bernardes): '...mas a atuação de um lenhador evitou a tragédia.'

Programa da Hebe
'...que gracinha, gente! Vocês não vão acreditar, mas essa menina linda aqui foi retirada viva da barriga de um lobo, não é mesmo?'

Cidade Alerta
(Datena): '...onde é que a gente vai parar, cadê as autoridades? Cadê as autoridades? A menina ia pra casa da vovozinha a pé! Não tem transporte público! Não tem transporte público! E foi devorada viva... um lobo, um lobo safado. Põe na tela, primo! Porque eu falo mesmo, não tenho medo de lobo, não tenho medo de lobo, não!

Superpop
(Luciana Gimenez): 'Geeente! Eu tô aqui com a ex-mulher do lenhador e ela diz que ele é alcoólatra, agressivo e que não paga pensão aos filhos há mais de um ano. Abafa o caso!'

Globo Repórter
(Chamada do programa): 'Tara? Fetiche? Violência? O que leva alguém a comer, na mesma noite, uma idosa e uma adolescente? O Globo Repórter conversou com psicólogos, antropólogos e com amigos e parentes do Lobo, em busca da resposta. E uma revelação: casos semelhantes acontecem dentro dos próprios lares das vítimas, que silenciam por medo. Hoje, no Globo Repórter.'

Discovery Channel
Vamos determinar se é possível uma pessoa ser engolida viva e sobreviver.

Revista Veja
Lula sabia das intenções do Lobo.

Revista Cláudia
Como chegar à casa da vovozinha sem se deixar enganar pelos lobos no caminho.

Revista Nova
Dez maneiras de levar um lobo à loucura na cama!

Revista Isto É
Gravações revelam que lobo foi assessor de político influente.

Revista Playboy
(Ensaio fotográfico do mês seguinte): ' Veja o que só o lobo viu'.

Revista Vip
As 100 mais sexies - desvendamos a adolescente mais gostosa do Brasil!

Revista G Magazine
(Ensaio com o lenhador) 'O lenhador mostra o machado'.

Revista Caras
(Ensaio fotográfico com a Chapeuzinho na semana seguinte): Na banheira de hidromassagem, Chapeuzinho fala a CARAS: 'Até ser devorada, eu não dava valor pra muitas coisas na vida. Hoje, sou outra pessoa.'

Revista Superinteressante
Lobo Mau: mito ou verdade?

Revista Tititi
Lenhador e Chapeuzinho flagrados em clima romântico em jantar no Rio.

Folha de São Paulo
Legenda da foto: 'Chapeuzinho, à direita, aperta a mão de seu salvador'. Na matéria, box com um zoólogo explicando os hábitos alimentares dos lobos e um imenso infográfico mostrando como Chapeuzinho foi devorada e depois salva pelo lenhador.

O Estado de São Paulo
Lobo que devorou menina seria filiado ao PT.

O Globo
Petrobrás apóia ONG do lenhador ligado ao PT, que matou um lobo para salvar menor de idade carente.

O Dia
Lenhador desempregado tem dia de herói

Extra
Promoção do mês: junte 20 selos mais 19,90 e troque por uma capa vermelha igual a da Chapeuzinho!

Meia hora
0 A Lenhador passou o rodo e mandou lobo pedófilo pro saco!


O Povo
Sangue e tragédia na casa da vovó.


Correio da Bahia e TV Bahia
Menina usando um chapeuzinho vermelho é atacada por um lobo e não consegue atendimento em nenhum hospital do Estado. Governador Wagner não se manifesta.

Tostão, ex-jogador de futebol, marca seu maior gol.

Que vergonha! Demagogia barata do pres. Lula... Tostão, mostrando brio, recusando o premio, que é, na realidade, o dinheiro do povo, vale um Milhão!

O gol que o Tostão acabou de marcar foi o maior da sua carreira. Parabéns!

25/09/09 - 18h - Presidente Lula define prêmio para jogadores que venceram a Copa do Mundo; valor pode chegar a 465 mil reais.

O presidente Lula e a Associação dos Campeões Mundiais do Brasil negociam aposentadoria e indenização para os atletas da seleção que ganharam Copas do Mundo. O benefício valerá inicialmente aos ex-jogadores de 1958 e se estenderá, posteriormente, a quem atuou nos Mundiais de 1962, 1970, 1994 e 2002. Reunião na Casa Civil discutiu as cifras a serem pagas aos campeões. Inicialmente, o valor negociado para cada um gira em torno de mil salários mínimos, no caso da indenização (465 mil reais), e de dez salários mínimos (4.650 reais), o teto da Previdência, para a aposentadoria. A expectativa é que o anúncio da nova medida seja feito pelo governo na próxima semana.

O texto abaixo foi escrito por TOSTÃO, ex-jogador de futebol, comentarista esportivo, escritor e médico, e foi publicado em vários jornais do Brasil:

Tostão escreveu:


Na semana passada, ao chegar de férias, soube, sem ainda saber detalhes, que o governo federal vai premiar, com um pouco mais de R$ 400 mil, cada um dos campeões do mundo, pelo Brasil, em todas as Copas.

Não há razão para isso. Podem tirar meu nome da lista, mesmo sabendo que preciso trabalhar durante anos para ganhar essa quantia.

O governo não pode distribuir dinheiro público. Se fosse assim, os campeões de outros esportes teriam o mesmo direito. E os atletas que não foram campeões do mundo, mas que lutaram da mesma forma? Além disso, todos os campeões foram premiados pelos títulos. Após a Copa de 1970, recebemos um bom dinheiro, de acordo com os valores de referência da época..

O que precisa ser feito pelo governo, CBF e clubes por onde atuaram esses atletas é ajudar os que passam por grandes dificuldades, além de criar e aprimorar leis de proteção aos jogadores e suas famílias, como pensões e aposentadorias.

É necessário ainda preparar os atletas em atividade para o futuro, para terem condições técnicas e emocionais de exercer outras atividades.

A vida é curta, e a dos atletas, mais ainda.

Alguns vão lembrar e criticar que recebi, junto com os campeões de 1970, um carro Fusca da prefeitura de São Paulo . Na época, o prefeito era Paulo Maluf. Se tivesse a consciência que tenho hoje, não aceitaria.

Tinha 23 anos, estava eufórico e achava que era uma grande homenagem.

Ainda bem que a Justiça obrigou o prefeito a devolver aos cofres públicos, com o próprio dinheiro, o valor para a compra dos carros.

Não foi o único erro que cometi na vida. Sou apenas um cidadão que tenta ser justo e correto. É minha obrigação.

Tostão

VAMOS FAZER CIRCULAR ESTA, PARA DIVULGAR MAIS UMA ABERRAÇÃO DO NOSSO PRESIDENTE COM O NOSSO DINHEIRO!

Uma Linda História de Amor - NEOQEAV

Meus avós já estavam casados há mais de cinqüenta anos e continuavam jogando um jogo que haviam iniciado quando começaram a namorar.
A regra do jogo era que um tinha que escrever a palavra "Neoqeav" num lugar inesperado para o outro encontrar e assim quem a encontrasse deveria escrevê-la em outro lugar e assim sucessivamente.
Eles se revezavam deixando "Neoqeav" escrita por toda a casa, e assim que um a encontrava era sua vez de escondê-la em outro local para o outro achar.
Eles escreviam "Neoqeav" com os dedos no açúcar dentro do açucareiro ou no pote de farinha para que o próximo que fosse cozinhar a achasse. Escreviam na janela embaçada pelo sereno que dava para o pátio onde minha avó nos dava pudim que ela fazia com tanto carinho.
"Neoqeav" era escrita no vapor deixado no espelho depois de um banho quente, onde a palavra iria reaparecer depois do próximo banho.
Uma vez, minha avó até desenrolou um rolo inteiro de papel higiênico para deixar "Neoqeav" na última folha e enrolou tudo de novo.
Não havia limites para onde "Neoqeav" pudesse surgir.
Pedacinhos de papel com "Neoqeav" rabiscado apareciam grudados no volante do carro que eles dividiam.
Os bilhetes eram enfiados dentro dos sapatos e deixados debaixo dos travesseiros.
"Neoqeav" era escrita com os dedos na poeira sobre as prateleiras e nas cinzas da lareira. Esta misteriosa palavra tanto fazia parte da casa de meus avós quanto da mobília. Levou bastante tempo para eu passar a entender e gostar completamente deste jogo que eles jogavam. Meu ceticismo nunca me deixou acreditar em um único e verdadeiro amor, que possa ser realmente puro e duradouro.
Porém, eu nunca duvidei do amor entre meus avós.
Este amor era profundo. Era mais do que um jogo de diversão, era um modo de vida.
Seu relacionamento era baseado em devoção e uma afeição apaixonada, igual as quais nem todo mundo tem a sorte de experimentar. O vovô e a vovó ficavam de mãos dadas sempre que podiam.
Roubavam beijos um do outro sempre que se batiam um contra outro naquela cozinha tão pequena. Eles conseguiam terminar a frase incompleta do outro e todo dia resolviam juntos as palavras cruzadas do jornal. Minha avó cochichava para mim dizendo o quanto meu avô era bonito, como ele havia se tornado um velho bonito e charmoso.
Ela se gabava de dizer que sabia como pegar os namorados mais bonitos.
Antes de cada refeição eles se reverenciavam e davam graças a Deus e bençãos aos presentes por sermos uma família maravilhosa, para continuarmos sempre unidos e com boa sorte.
Mas uma nuvem escura surgiu na vida de meus avós: minha avó tinha câncer de mama. A doença tinha primeiro aparecido dez anos antes.
Como sempre, vovô estava com ela a cada momento.
Ele a confortava no quarto amarelo deles, que ele havia pintado dessa cor para que ela ficasse sempre rodeada da luz do sol, mesmo quando ela não tivesse forças para sair.
O câncer agora estava de novo atacando seu corpo.
Com a ajuda de uma bengala e a mão firme do meu avô, eles iam à igreja toda manhã. E minha avó foi ficando cada vez mais fraca, até que, finalmente, ela não mais podia sair de casa. Por algum tempo, meu avô resolveu ir à igreja sozinho, rezando a Deus para zelar por sua esposa. Então, o que todos nós temíamos aconteceu.
Vovó partiu..
"Neoqeav"foi gravada em amarelo nas fitas cor-de-rosa dos buquês de flores do funeral da vovó.
Quando os amigos começaram a ir embora, minhas tias, tios, primos e outras pessoas da família se juntaram e ficaram ao redor da vovó pela última vez.
Vovô ficou bem junto do caixão da vovó e, num suspiro bem profundo, começou a cantar para ela.
Através de suas lágrimas e pesar, a música surgiu como uma canção de ninar que vinha bem de dentro de seu ser. Me sentindo muito triste, nunca vou me esquecer daquele momento. Porque eu sabia que mesmo sem ainda poder entender completamente a profundeza daquele amor, eu tinha tido o privilégio de testemunhar a beleza sem igual que aquilo representava.
Aposto que a esta altura você deve estar se perguntando:
"Mas o que Neoqeav significa?"

Nunca Esqueça O Quanto Eu Amo Você

segunda-feira, 12 de julho de 2010

A vendinha do mineiro ...

Tinha um mineiro lá prás bandas de Barbacena que tinha uma vendinha, que ganhou fama nacional e internacional, pois tudo o que você queria, você encontrava na danada da venda. De queijo, passando por lingüiça e torresmo, até peças para BMW, Ferrari e Boeing 737. Era incrível!!!
Aí, o carioca ficou sabendo da venda e entrou numa de sacanear com o mineiro. Embarcou então pra Minas e se dirigiu a birosca. Ocorreu então a seguinte conversa:
CARIOCA: Ei meu chapa, ouvi dizer que nesta birosca tem de tudo!
MINEIRO: Pois é, tem umas coizinhas sim sinhô...
CARIOCA: Tem PODELA?
MINEIRO (meio assustado): Hoje eu num tenho não, mas se o sinhô passar aqui amanhã, eu vou tê.
CARIOCA: Legal, então amanhã eu passo aqui.
E o Carioca saiu fora deixando o Mineiro encafifado. não era pra menos: Ele havia inventando a palavra PODELA lá na hora, só pra enganar o botequeiro.
--- Podela, podela, podela, que trem é esse sô?, pensou o mineiro.
Ele fechou a birosca e desandou a andar e perguntar se alguém sabia o que era podela. E ninguém sabia. Com medo que sua birosca perdesse a fama, o Mineiro desesperado foi para casa, encheu a cara, bateu uma tremenda feijoada, de quebra mandou uns chouriços, fechando com uma bela sobremesa de doce de batata-doce.
Acordou de madrugada, fez aquele barro, chamou sua mulher e mandou que ela colocasse a coisa no forno bem quente. Após algumas horas, tirou do forno e mandou a mulher moer. Já amanhecendo o dia pegou o pacote e foi para a birosca. Lá pelas tantas chegou o Carioca. Ocorreu então a seguinte conversa:
CARIOCA: E aí mineiro, a minha encomenda?
MINEIRO: Tá aqui, o Sr. dê uma provada.
CARIOCA (cabreiríssimo): Tá legal, me dá aí.
MINEIRO: Toma.
CARIOCA (pê da vida, depois de encher a boca): Pô, meu irmão, isto aqui é merda!!!

MINEIRO: Né não, sô ! É o PÓ DELA !!!

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Oração dos estressadinhos

Senhor, dê-me serenidade para aceitar as coisas que
não posso mudar, coragem para mudar as coisas que
não posso aceitar, e sabedoria para esconder os
Corpos daquelas pessoas que eu tiver que matar por
Estarem me enchendo o saco.

Também, me ajude a ser cuidadoso com os calos em
Que piso hoje, pois eles podem estar diretamente
Conectados aos sacos que terei que puxar amanhã.

Ajude-me, sempre, a dar 100% de mim no meu Trabalho…
12% na segunda-feira, 23%, na terça-feira,
40% na quarta-feira, 20% na quinta-feira,
5% na sexta-feira.

E… Ajude-me sempre a lembrar, quando estiver
tendo um dia realmente ruim e todos parecerem estar
me enchendo o saco... que são necessários 42 músculos
para socar alguém e apenas 4 para estender meu dedo
médio e mandá-lo para aquele lugar…

Que assim seja!!!
Luis Fernando Veríssimo